Dia Mundial Sem Tabaco

O Dia Mundial Sem Tabaco é celebrado a 31 de maio.

O dia visa alertar a população para os malefícios do tabaco e sensibilizar para a necessidade de proteger as pessoas para que não fumem por tabagismo passivo.

O consumo de tabaco é uma das principais causas de doença e de mortalidade prematura em todo o mundo. Segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), morrem todos os anos cerca de 6 milhões de pessoas por doenças relacionadas com o tabaco. Um facto alarmante é que destas vítimas, mais de 10% das pessoas são fumadores passivos.

Para combater o tabagismo, este ano foram introduzidas alterações à nova lei do tabaco. Mas o que vai mudar?

  • A proibição de fumar alarga-se aos recintos de diversão, às salas de jogo, bingos e casinos.
  • Os maços de tabaco terão imagens de saúde chocantes, para desincentivar o consumo, terão também frases de alerta para os malefícios do tabaco.
  • Os cigarros eletrónicos passam a ter as mesmas regras que os restante produtos de tabaco, mas não todos. Os e-cigarros sem nicotina não vão ter regulamentação, porque os riscos do seu uso ainda são desconhecidos.
  • Os aromas nos cigarros vão ser proibidos, não faz sentido que tenha um aroma agradável, isso faz com o seu consumo aumente.

Batata e a pressão arterial

Um estudo do Brigham and Women’s Hospital, nos Estados Unidos, revela que o consumo de batata pode estar relacionado com um aumento do risco de pressão arterial elevada.

Em causa está o consumo de até seis vezes por semana deste tubérculo, anteriormente associado a uma redução da pressão sanguínea nas pessoas com excesso de peso.

Depois de analisarem 187.453 pessoas ao longo de 25 anos, os investigadores notaram que consumo de batata eram 11% maior nas pessoas que comiam quatro a seis vezes por semana quando comparadas com as que comiam apenas uma vez por mês.

Fossem cozidas, fritas, estufadas ou em forma de puré, as batatas também aumentaram o risco de pressão arterial elevada em 17% nas pessoas que consomem este alimento mais de seis vezes por semana.

E é mesmo a batata em si que mais prejudica, uma vez que o acréscimo de sal e/ou de gordura em nada interferiu com os resultados.

Publicado no BJM e citado pelo The New York Times, o estudo teve em conta as avaliações alimentares feitas a cada dois anos aos participantes e ainda o estilo de vida que tinha, tendo contado para a percentagem o hábito de fumar, a prática de exercício físico e ainda o índice de massa corporal (IMC).
(adaptado de notícias ao minuto)

Joana Dias

Truques para uma caminhada mais eficiente

walk-642x336

Um novo estudo, realizado pela Universidade de Ohio, descobriu que existem três maneiras de intensificar o exercício e gastar mais calorias durante a tradicional caminhada. Os resultados foram publicados na revista científica Biology Letters, conta o Bolsa de Mulher.

Truque 1

Inicialmente, os pesquisadores avaliaram o número de calorias gastas quando o ritmo da caminhada é alternado. Para isso, voluntários mudaram a passada enquanto andavam em uma esteira. Apesar de manter sempre a mesma velocidade no visor, em alguns momentos eles davam passos mais rápidos, se aproximando da frente da esteira, e em outros desaceleravam, mantendo-se na parte de trás.

Os achados mostraram que essa mudança de ritmo aumenta em até 20% a quantidade de calorias eliminadas.

Os responsáveis pelo estudo explicam que caminhar queima calorias de qualquer maneira, mas, ao mudar a velocidade, esse processo se intensifica. Isso acontece porque mudar a energia do movimento requer mais trabalho das suas pernas.

Truque 2

Outra descoberta dos cientistas de Ohio diz respeito à distância a ser percorrida. As pessoas tendem a andar mais devagar quando têm que percorrer distâncias curtas e mais rápido quando as distâncias são longas. Segundo os pesquisadores, essa informação pode ajudar os educadores físicos, que costumam avaliar seus alunos através do tempo que se leva para percorrer determinada distância. Além disso, optar por circuitos maiores pode ser um fator motivacional.

Truque 3

Outra dica dos pesquisadores é bastante simples: “faça coisas diferentes”. Vale caminhar em curvas, ao invés de seguir por uma linha recta, ou parar e em seguida retomar a caminhada. A ideia é mudar o movimento.
(adaptado de “Notícias ao minuto”)

Joana Dias

Colheita de sangue na Pintor

No dia 13 de abril, a Equipa do Projeto de Educação para a Saúde (PES) em parceria com a Associação de dadores de sangue da Freguesia da Meadela (ADSFM), promoveram uma recolha de sangue com a colaboração do Instituto Português de Sangue do Porto (IPS).

A recolha decorreu das 16:30 horas às 19:30 horas. Dos 44 participantes, 37 reuniram as condições exigidas para efetuarem a sua dádiva de sangue. A brigada do IPS avaliou a adesão à iniciativa como muito positiva tendo em consideração que no ano transacto foram 28 pessoas as participantes nesta campanha promovida pelo Agrupamento.

A Equipa de Promoção e Educação para a Saúde agradece aos encarregados de educação, professores, técnicos operacionais, alunos e ex-alunos que participaram nesta iniciativa e especialmente à Associação de Doadores de Sangue da Meadela que com toda a sua experiência e competência coordenaram a actividade em conjunto com o IPS

 A todos que contribuíram para esta causa nobre e altruísta o nosso,

Bem hajam!

A equipa PES

This slideshow requires JavaScript.