Glúten: com ou sem?

3

O glúten é de natureza proteica, encontrado em cereais, combinado com o amido.

Dos cereais, o arroz, o milho e a soja são isentos de glúten. Pode ser encontrado no trigo, cevada, aveia e centeio. Está presente em pães e massas, dá sustentação e elasticidade ao alimento final, além de auxiliar na permanência dos gases de fermentação da massa. No entanto, a sua ingestão é polémica já que existem doenças que são alteradas pela proteína.

This slideshow requires JavaScript.

O glúten em portadores da Doença Celíaca, que é uma doença hereditária, provoca vómitos, desregulação intestinal, distensão abdominal, dificuldades em absorver nutrientes, diminuição da serotonina, desnutrição, desidratação, gases, anorexia e emagrecimento. Em casos isolados, pode provocar efeito sonífero.

Por tais intolerâncias, o glúten presente nos alimentos deve ser devidamente especificado em locais de fácil leitura, já que a ingestão desta proteína por pessoas que não o toleram pode provocar danos.

Em contrapartida, o glúten é indicado para pessoas que não apresentam intolerância e que desejam emagrecer, pois é rico em proteína e pobre em hidratos de carbono. O seu consumo, mesmo em casos em que não há intolerância, não deve ser abusivo, já que todo alimento consumido em grande quantidade pode desencadear intolerância intestinal.

 

Equipa PES