Para os gulosos saudáveis: a nossa lasanha!

É certo que atualmente nos tornamos mais adeptos de uma alimentação que converge com os princípios do regime vegetariano.

Não deixando sabores de parte, fica aqui uma receita que nos parece saudável e deliciosa.

lasanha

Lasanha veggie integral

Serve 4 a 6 pessoas
Tempo de preparação: 30min
Tempo de cozedura: 30min

 

Ingredientes
1 – 2 cebolas grandes cortadas em meias luas
2 alhos laminados
1 alho francês laminado
1 beringela cortada em cubos*
Sumo de 1 limão
1/2 pimento vermelho em tiras
200gr cogumelos shiitake, laminados grosseiramente
3 mãos cheias de espinafres selvagens
2 tomates grandes maduros, cortados em cubos
9 placas de lasanha integral (sem ovo)
300ml de natas de aveia (ou outras natas vegetais da sua preferência)

*Nota: a beringela após ser cortada tem de ser colocada num recipiente com o sumo de limão para não oxidar. pode também acrescentar algumas especiarias para dar outro sabor ao prato, p.e.: alho em pó, pimenta, etc.

 

Preparação

Aquecer uma frigideira e juntar os alhos, a cebola e o pimento. Refogar em lume médio/baixo e ir salpicando constantemente com umas gotinhas de água para não secar/queimar os alimentos. Deixar alourar.  (Método “water saute”). Colocar de seguida o alho francês e a beringela com o sumo de limão. Deixar apurar bem e adicionar os cogumelos e os tomates. Por fim adicionar os espinafres e envolver tudo com 1 concha de vegetais.

 

Dispor num pirex, alternadamente, camadas de folhas de lasanha e de recheio. Finalizar com uma camada de folhas de lasanha e cobrir com as natas vegetais restantes. Polvilhar o topo da lasanha com queijo vegetal previamente ralado.

 

Levar ao forno pré-aquecido a 180º aproximadamente 30 minutos. Acompanhar com uma salada de tomate, abacate e cebola com orégãos, sal rosa dos himalaias, pimentas, umas gotas de sumo de limão e um fio de azeite.

Disfrutem!

Equipa PES

Mês de maio: o que comer

A nossa equipa é a favor do consumo de produtos biológicos certificados bem como a favor da sazonalidade alimentar.

É certo que, nos dias que correm, todos podemos comer de tudo o ano todo, as grandes superfícies oferecem uma grande variedade de frutas e legumes. No entanto, respeitando o ciclo da Natureza e mantendo o sabor ligado a cada mês do ano, deixamos a nossa lista de alimentos a não esquecer durante este mês de maio:

MAIO

Fruta: Laranja, limão, morango, nêspera, tangerina, alperce, cereja e mirtilo.

This slideshow requires JavaScript.

Legumes: Abóbora, acelga, aipo, alcachofra, alface, alho francês, batata nova, beldroegas, beterraba, brócolos, cebola, cenoura, chicória, courgette, couves, ervilhas, espinafre, fava, funcho, grelos, nabiças, nabo, pepino, rabanete, rúcula.

Que vos seja útil e…bom apetite!

A equipa PES

 

Dicas saudáveis

Para ter uma alimentação saudável basta seguir as nossas dicas simples: beber bastante água, evitar doces e alimentos fritos, reduzir o consumo de bebidas alcoólicas e equilibrar a quantidade de hidratos de carbono, proteínas e gorduras ao longo do dia.

A alimentação saudável traz benefícios para a saúde como melhor controlo de peso, melhor rendimento no trabalho, aumento da memória e da concentração, fortalecimento do sistema imunológico e prevenção de doenças.

a

COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

Atitudes simples e fáceis para se ter uma alimentação saudável:

Comer pelo menos 2 unidades de fruta por dia;

Consumir legumes e verduras no almoço e no jantar;

Incluir proteínas como queijos e ovos no pequeno-almoço e no lanche da tarde;

Fazer uma alimentação variada, alternando as frutas e legumes que são consumidos diariamente e variando entre carne, frango ou peixe como principais fontes de proteína;

Beber pelo menos 2,0 L de água por dia;

Reduzir o consumo de sal, preferindo usar temperos naturais como alho, cebola, pimenta, manjericão e salsa, e evitando o uso de temperos industrializados;

Preferir alimentos integrais, como pão e macarrão integrais, pois são ricos em fibras, vitaminas e minerais;

Evitar o consumo de alimentos ricos em açúcar, como refrigerantes, bolos, chocolates, biscoitos e gomas;

Evitar o consumo de fritos, salgados, pastéis, empanados e batatas fritas;

Preferir gorduras boas como azeite, castanhas, abacate, coco, chia e linhaça;

Evitar o consumo de carnes processadas, como salsichas, linguiça, presunto, bacon, peito de peru e salame.

Além disto, é importante preferir alimentos naturais e pouco processados, pois eles têm uma quantidade maior e melhor de nutrientes do que os alimentos processados. Evitar o consumo diário de produtos processados e industrializados é um dos principais passos para iniciar uma alimentação saudável.

 

Equipa PES

Glúten: com ou sem?

3

O glúten é de natureza proteica, encontrado em cereais, combinado com o amido.

Dos cereais, o arroz, o milho e a soja são isentos de glúten. Pode ser encontrado no trigo, cevada, aveia e centeio. Está presente em pães e massas, dá sustentação e elasticidade ao alimento final, além de auxiliar na permanência dos gases de fermentação da massa. No entanto, a sua ingestão é polémica já que existem doenças que são alteradas pela proteína.

This slideshow requires JavaScript.

O glúten em portadores da Doença Celíaca, que é uma doença hereditária, provoca vómitos, desregulação intestinal, distensão abdominal, dificuldades em absorver nutrientes, diminuição da serotonina, desnutrição, desidratação, gases, anorexia e emagrecimento. Em casos isolados, pode provocar efeito sonífero.

Por tais intolerâncias, o glúten presente nos alimentos deve ser devidamente especificado em locais de fácil leitura, já que a ingestão desta proteína por pessoas que não o toleram pode provocar danos.

Em contrapartida, o glúten é indicado para pessoas que não apresentam intolerância e que desejam emagrecer, pois é rico em proteína e pobre em hidratos de carbono. O seu consumo, mesmo em casos em que não há intolerância, não deve ser abusivo, já que todo alimento consumido em grande quantidade pode desencadear intolerância intestinal.

 

Equipa PES

Possível fim para o vírus da SIDA

O Jornal de Notícias anuncia:

“A comunidade científica está mais perto de colocar um fim à epidemia da SIDA, depois de um histórico estudo de oito anos ter detetado que os homens cuja infeção pelo vírus do VIH foi totalmente suprimida pelos medicamentos antirretrovirais não infetam o parceiro sexual. “

This slideshow requires JavaScript.

Leia a notícia completa aqui:

https://www.jn.pt/mundo/interior/fim-da-sida-a-vista-medicamento-para-portadores-de-vih-impede-a-transmissao-10857579.html

Equipa PES

Semana Europeia da Vacinação

A Direção-Geral da Saúde (DGS) celebra de 24 a 30 de abril a Semana Europeia da Vacinação.

A temática central deste ano é #VACCINESWORK.  Esta iniciativa visa celebrar os “Heróis da Vacinação” que diariamente contribuem para a proteção de milhares de vidas, através da vacinação.

Falamos dos profissionais de saúde que asseguram a administração de vacinas, dos pais/cuidadores que vacinam os seus, das políticas de vacinação que asseguram o acesso equitativo à vacinação, dos investigadores e de todos os que partilham informações baseadas na melhor evidência científica sobre vacinas.

This slideshow requires JavaScript.

O Autismo também se faz ouvir.

O Dia Mundial da Consciencialização do Autismo (World Autism Awareness Day) ou simplesmente Dia Mundial do Autismo é comemorado no dia 2 de Abril, data definida pela Organização das Nações Unidas (ONU). O objectivo prende-se com a necessidade de esclarecer a população mundial sobre o Autismo.

1

Para comemorar este dia, deixamos um texto que, esperamos, dê voz a esta mensagem.

“Às vezes pareço estar dentro de um mundo só, onde as portas e as janelas estão fechadas. Às vezes é bem verdade. É assim que me defendo do excesso de sensações que o mundo me transmite. É como se ouvisse tudo demasiado alto, como se as cores fossem todas berrantes e me ferissem o olhar, como se, ao invés de ouvir palavras, ouvisse apenas articulações agressiva das sílabas, sem sentido. Protege-me deste excesso fazendo coisas repetitivas que me sossegam e, como devem imaginar, não gosto que me interrompam na minha defesa. Queria muito conseguir sair completamente deste escafandro onde me sinto confortável, porque, a espaços, encontro pontos de comunhão com as brincadeiras que vocês têm e sinto-me, mesmo que por pouco tempo, feliz. Ajudem-me a percorrer o caminho de mim a vocês, pouco a pouco e tanto quanto eu consiga. A vossa força pode ser a minha âncora para não me perder.”

 Texto de Valério Romão

 

Equipa PES

Colheita de sangue e registo de medula óssea na Pintor

2

No dia 15 de março, das 15:00h às 19:00h a Equipa do Projeto de Educação para a Saúde (PES) em parceria com a Associação de Dadores de Sangue da Freguesia da Meadela (ADSFM), promoveram a atividade “Recolha de sangue e registo de medula óssea” com a colaboração do Instituto Português de Sangue e da Transplantação do Porto (IPST).

Registaram-se 21 inscrições, tendo 16 reunido as condições exigidas para efetuarem a dádiva de sangue e 2 efetuado o registo de medula óssea.

A brigada do IPST avaliou a adesão à iniciativa como positiva apesar da diminuição de participantes em relação aos anos anteriores.

A Equipa do PES agradece aos encarregados de educação, professores, assistentes operacionais e pessoas da comunidade que compareceram na escola e especialmente à ADSFM e ao IPST pela colaboração nesta causa tão nobre e altruísta.

Um dos objetivos da atividade é a sensibilização dos nossos alunos para a importância da dádiva para que no futuro possam também ser dadores.

 Bem hajam!

A equipa PES